A Importância do liberalismo em tempos de polarização ideológica.

Em tempos de extrema polarização e intolerância ideológica, o liberalismo surge como uma alternativa lúcida e sensata, defendendo a livre propagação de ideias e o debate por técnicas argumentativas e até mesmo a persuasão, mas nunca obrigando ou fazendo algum mal á pessoa caso não concorde com sua opinião.
Relacionamentos sociais se rompem, simplesmente pela não aceitação de que o outro pense de um modo diferente, ignorando o contexto do que levou a pensar desta forma, e diversas outras causas. Obrigando-se a conviver em suas pequenas “bolhas” onde todos compartilham e apoiam sua ideia, acreditando sê-la a verdade absoluta.
Stuart Mill em seu livro: “sobre a liberdade” critica esta atitude:
“Pessoas em situação mais feliz, que às vezes ouvem suas opiniões contestadas, e não estão inteiramente desabituadas a ser corrigidas quando estão erradas, colocam a mesma confiança irrestrita apenas nas suas opiniões que são compartilhadas por todos os que as cercam, ou a quem elas habitualmente se submetem: proporcionalmente ao desejo de confiança de um homem em seu próprio julgamento solitário, ele usualmente deposita confiança implícita na infabilidade do “mundo” em geral.”

Diz ainda que o indivíduo não pode ter a certeza absoluta que a opinião que está sendo reprimida por ele é uma opinião falsa (e mesmo se tivesse certeza, reprimi-la ainda seria um mal) podendo abrir possibilidades dela ser a verdade. E que toda ideia pode ser absorvida como forma de conhecimento, ou pra estratégias argumentativas.
A extrema polarização de ideias leva consequentemente a repressão de outras, e muitas vezes essa repressão acontece através do poder, como aconteceu em diversos momentos históricos denominados ditaduras. Pessoas notáveis como Jesus ou Aristóteles, foram condenados pelo que os detentores do poder consideravam como o que era a “verdade absoluta”. E contestar essa verdade era visto como uma impiedade, heresia.

liberdade de expressao 300x26646145 300x211 - A Importância do liberalismo em tempos de polarização ideológica.

Uma frase que resume o papel do liberalismo em situações como essa é a famosa frase de Voltaire: “Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.”

Há muitos pensamentos que são considerados hoje, como coisas absurdas e que no passado eram tidos como verdadeiros, um exemplo é a ideia de escravidão africana, ou de que a igreja católica é a única verdadeira, e se estes pensamentos não fossem combatidos, seja de forma revolucionária, ou não, muito provavelmente estariam vigente até os dias de hoje.
Existe então uma verdade absoluta? Mill ainda diz que não existe uma verdade absoluta e defende que a ideia individual deva ser valorizada ao invés da coletiva. E que o estado não deve usar o poder para reprimir a ideia minoritária em favor da ideia de maior aceitação:

“O poder em si é ilegítimo. O melhor governo não possui qualquer direito a ele do que teria pior nocivo, ou mais nocivo, quando exercido de acordo com a opinião pública do que quando em oposição a ela. Se toda humanidade menos um, fosse de uma determinada opinião, e apenas uma pessoa fosse de opinião contrária, a humanidade não teria mais justificativas para silenciar aquela pessoa, do que ela, se tivesse o poder, de silenciar a humanidade”. MILL. Stuart; Sobre a liberdade

É necessário então conservar a pluralização de ideias, para que haja uma sociedade harmônica, justa e em constante progresso. E defender o liberalismo é defender que o indivíduo tenha: autonomia e liberdade, para expressar-se de sua maneira, deixando de lado o domínio coletivista de que ele tem que estar inserido em uma ideia de massas, para que seja aceito ou ouvido.

Relacionados

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *