Domingos Martins entrevista Tiago Costa. “O Feirão do Imposto é um movimento de conscientização nacional. Vamos, juntos, fazer um Brasil mais eficiente”

A 14ª edição do Feirão do Imposto vai ser realizada em 21 estados da federação e mais de 130 cidades do Brasil. Ele acontece no Espírito Santo nos dias 21 e 22 de maio e está presente no calendário capixaba desde 2006, organizado pelo Centro da Indústria Jovem do Espírito Santo (Cindes Jovem).

O símbolo da vez é um bumerangue, que é um objeto de arremesso conhecido no mundo todo por retornar ao seu marco inicial. A ideia é mostrar o pouco retorno dos tributos que são recolhidos da população no Brasil.

O presidente da instituição, Tiago Costa, conversou com o Grupo Domingos Martins e fez um apelo aos capixabas para que adiram ao evento. “Meus queridos capixabas, neste final de semana acontece o Feirão do Imposto em todo o Brasil e nosso estado não poderia ficar de fora deste movimento de conscientização nacional. Espero à todos com muito orgulho em nosso evento e conto com vocês na divulgação em massa da nossa pegadinha Caranguejo do Imposto, já sabem, quando virem um vídeo em qualquer rede social de caranguejo sem as “patinhas”, fomos nós, capixabas que fizemos, então é nosso dever espalhar a mensagem. Vamos juntos fazer um Espírito Santo e Brasil mais eficiente. Dia 22 de Maio espero todos vocês na Praia de Camburi. Um forte abraço.”

Confira a entrevista e a programação completa abaixo:

Grupo Domingos Martins – Gabriel Xibli – Como surgiu a ideia do Feirão do Imposto?
Tiago Costa – O Feirão do Imposto nasceu em 2002, em Joinville, Santa Catarina. Foi um baita sucesso e acabou sendo abraçado pela Conaje (Confederação Nacional dos Jovens Empresários), dessa forma, acabou tornando-se pauta para todas as entidades jovens ligadas a Conaje pelo Brasil. É realizado no Espírito Santo desde 2006.

GDM – Qual é a intenção do evento?
TC – Seu propósito é disseminar informação tributária de forma simplificada à população. O Feirão do Imposto acontece em 21 estados da federação e mais de 130 cidades do Brasil. Neste ano de 2016, além de abordar a quantidade de tributos incidentes sobre produtos e serviços, o Feirão do Imposto tratará sobre aplicação dos recursos públicos, ou seja, como tem ocorrido o retorno destes tributos em prol da população. O tema da Campanha 2016 antecipa a reflexão “Bumerangue do Imposto: o único que vai e não volta!”.

GDM – Qual foi o balanço do último Feirão do Imposto capixaba?
TC – Muito positiva. Causamos um grande alvoroço em 2015 com a Gasolina sem Imposto, onde vendemos 3000 mil litros de gasolina sem imposto à R$ 1,89. Uma fila quilométrica se formou horas antes do evento (ainda de madrugada), causando muita mídia espontânea para o evento, com a cobertura dos nossos jornais locais. Simultaneamente, fizemos outra ação no Shopping Vila Velha, a “Loja Sem Imposto”, onde, de fato, era a nossa ação de rua. Além de conscientizar os clientes do shopping, oferecíamos vouchers para a troca de produtos sem impostos pelas lojas parceiras ao Feirão do Imposto. No total, conseguimos impactar 2000 mil pessoas diretamente e mais de 100 mil pessoas indiretamente com as ações do Feirão do Imposto em 2015.

GDM – Qual é a expectativa da organização para este ano?
TC – As melhores. Neste ano resolvemos fazer uma ação cujo impacto fosse maior e por mais tempo. Daí surgiu a ideia da pegadinha para captar a reação das pessoas ao receberem menos do que esperam, assim como acontece com os impostos que pagamos, então, bolamos uma pegadinha que foi gravada no restaurante Caranguejo do Assis, em Vila Velha, ES, que capta realmente está expressão ao receber menos, neste caso as “patinhas” do caranguejo. Imagina receber um caranguejo, prato típico capixaba, sem as “patinhas”? É revoltante, né? A mesma coisa com nossos impostos que pagamos e não vemos o retorno dele. O lançamento da pegadinha será no dia 21/05 (sábado) no programa Negócios de Sucesso da TV Vitória, as 13h e também na página do Facebook do Cindes Jovem também no mesmo horário. Além disso, faremos uma ação de rua, Arrastão do Imposto, com várias atrações e surpresas para o dia. Será montado uma super e animada tenda na Praia de Camburi no dia 22/05 (domingo) de 8h as 12h, no primeiro bolsão, K1, esperamos todos os capixabas lá, estão convidados para uma manhã divertida e educativa.

GDM – Como você começou a interagir com o associativismo?
TC – Pela indicação de um amigo, Julio Cesar Vasconcellos. Hoje ele é vice-presidente da Conaje e uma das pessoas mais engajadas que conheço. Lembro até hoje de uma frase que ele disse: “É difícil ingressar no associativismo, mas quando você pega o gosto não larga mais”. E agora estou aqui, depois de “pegar o gosto”, há quase três anos no Cindes Jovem, e desde o ano passado como diretor de Comunicação da gestão do presidente Vitor Lomba, e também participando como Coordenador de Comunicação da Conaje. Agora, pela primeira vez, como Coordenador Estadual do Feirão do Imposto. Espero representar bem a causa aqui no estado e espelhar novas lideranças para exercê-las em 2017. Aproveito o espaço e convido à todos jovens empresários capixabas a participarem das nossas reuniões ordinárias que acontecem toda 2ª terça-feira de cada mês no prédio da Federeção das Indústrias (Findes) na Reta da Penha, em frente ao OK Supermecado, pontualmente, as 18h30 na sala 01, 6º andar.

GDM – Como ele auxilia na recuperação da economia capixaba?
TC – Auxilia muito. O Feirão do Imposto apoia as causas Movimento Brasil Eficiente (MBE) e “10 Medidas Contra a Corrupção”. Neste ano estaremos recolhendo assinaturas lá na Praia de Camburi para estas duas causas. A saber, o MBE luta pela simplicidade nos pagamentos de tributos. Com toda burocracia brasileira/capixaba, consumimos em média 2600 horas de nossas empresas para lidar com tributos e impostos. Já o movimento “10 Medidas Contra a Corrupção”, propõe medidas para acabar ou, pelo menos, diminuir com a corrupção, e todos sabemos que a corrupção é um dos fatores para a alta carga tributária brasileira. Falando nisso, são três fatores para a nossa alta carga tributária são: 1- Corrupção, 2- Má gestão do dinheiro público, 3- Despesas muito elevadas.

 

6befc9b1 1d8f 44ae 8272 425d6aab0d0b - Domingos Martins entrevista Tiago Costa. “O Feirão do Imposto é um movimento de conscientização nacional. Vamos, juntos, fazer um Brasil mais eficiente"

DIA DO IMPOSTO
Programação
21 de Maio – Ação “Pegadinha Caranguejo do Imposto”, no Caranguejo do Assis, em Vila Velha (ES).
22 de Maio – Também será feito Arrastão na Praia, das 10 às 15 horas, na Praia de Camburi, em Vitória (ES), com distribuição de água mineral, balões para as crianças, som com DJ, tenda com produtos expostos, massagem na praia e panfletaço com mais de 50 pessoas. Local: Vitória e Vila Velha (ES)

 

 

 

Relacionados

Comentários

Comentários

2 Responses to “

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *